• Flávia Alessandra Miketen

Wood Frame: Quebrando tabu

Wood frame, que traduzido do inglês significa "estrutura de madeira", é um estilo de construção comumente encontrado nos Estados Unidos e Europa, criado por volta do século XIX. Esta tecnologia chegou no Brasil mais tarde, em 2009 e no ano de 2016 teve o primeiro edifício executado na cidade de Araucária, no Paraná.

Assim como o Steel Frame, o Wood Frame é uma tecnologia do grupo Construção Energitérmica Sustentável, ou seja, é considerada sustentável, uma vez que causa menor gasto de energia, menor impacto ambiental e menos resíduos sólidos se comparado às construções convencionais de concreto, permitindo também muita praticidade e eficiência nas construções. Porém, esse não é um método de construção muito comum no Brasil, sabendo que o método mais utilizado é a alvenaria.

Um dos motivos por esse método não ser muito utilizado no país é a existência de uma forte tradição cultural, ocasionando certo preconceito e receio com relação à madeira, tornando - a um material secundário e sem prestígio. Além de se ter uma mentalidade errônea de que o uso do wood frame contribui para o desmatamento das florestas nativas, o que historicamente, aconteceu e prejudicou muitas espécies de árvores no século XIX com a chegada de imigrantes no país, fazendo o uso da madeira em construções, o que se tornou fonte rentável e prejudicou muitas florestas, como as Araucárias. Contudo, o Wood Frame pode ser considerado uma modernidade no uso da madeira, uma vez que a matéria prima utilizada nos perfis e placas estruturais é derivada de pinus e eucalipto, árvores que crescem rápido, e que são as duas madeiras de reflorestamento mais plantadas no Brasil, fator que contribui com a sustentabilidade e não incentiva o desmatamento.


Fonte: Pinterest.


Como funcionam as etapas do processo de construção?

As peças estruturais são as primeiras a serem colocadas e são feitas de madeira maciça, já as placas de vedação são feitas de Oriented Strand Board (OSB), que nada mais são do que lascas de madeira reflorestada, reutilizadas e coladas em diferentes direções para criar a placa. Todas as peças são feitas em fábrica e apenas montadas na obra, o que torna o processo mais rápido e eficiente.

Além disso, as paredes recebem diferentes camadas: Isolante térmico a partir de uma manta, uma membrana hidrófuga (que permite a saída interna de vapor e impede a entrada de umidade), a camada de OSB, uma camada cimentícia e uma com gesso cartonado. Ainda, o revestimento pode ser com diversas cores, formas e texturas à escolha do cliente.


Fonte: AECweb.


Quais são as vantagens e desvantagens no uso do wood frame?

Vantagens: conforto acústico e térmico, flexível e que permite fácil manutenção, economia.

Sendo o material utilizado proveniente de madeira de reflorestamento, com menos produção de resíduos se comparado a outros métodos, e com um gasto menor de energia na construção torna-se um mecanismo de construção que contribui para a sustentabilidade.

Outra vantagem está na agilidade em realizar a obra, já que as peças são pré-fabricadas, sendo apenas necessária a montagem e execução, e sua vida útil é similar às construções convencionais.

Sejam regiões frias ou quentes no país, esse tipo de construção é capaz de proporcionar uma sensação térmica agradável aos moradores. É um material que permite conforto acústico e térmico, além de possuir a característica de ser leve, o que facilita seu manuseio e trabalho.


Fonte: Pinterest.


Desvantagens: Por ser um método não muito comum em nosso país, falta mão de obra especializada para a realização desse tipo de construção, tanto quanto faltam normas, ferramentas e materiais específicos para o desenvolvimento desse mecanismo.

A norma utilizada como base é a ABNT NBR 7190:1997 - Projeto de Estruturas de Madeira e no portal do SINAT (Sistema Nacional de Avaliação Técnica de Produtos Inovadores e Sistemas Convencionais) é possível encontrar o primeiro documento específico sobre o assunto, onde encontram-se critérios mínimos e procedimentos operacionais de avaliação do sistema construtivo.

Outra desvantagem é que não é possível a realização de obras muito grandes, pois este sistema possui o limite máximo de 5 pavimentos. Deve-se, também, estar atento à manutenção da estrutura, pois, a demora para solucionar um vazamento pode acarretar na deterioração da madeira e possível surgimento de fungos.


Fonte: Centro de Tecnologia de Edificações (CTE).

Referências:

https://www.vivadecora.com.br/pro/arquitetura/wood-frame/

https://www.escolaengenharia.com.br/wood-frame/

https://portalvirtuhab.paginas.ufsc.br/wood-frame-3/

https://www.gbcbrasil.org.br/os-10-beneficios-do-woodframe-solucao-que-ganha-forca-no-brasil/

https://fluxoconsultoria.poli.ufrj.br/blog/wood-frame-conheca-tudo-sobre-essa-tecnica-construtiva/

https://alcancejr.com.br/conheca-mais-sobre-o-wood-frame/

Quem escreveu esse blog?


26 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo