DEPOIMENTOS DE EX-MEMBROS ENGENIUM


O movimento empresa júnior cria empreendedores e pessoas comprometidas com o futuro. E no caso da Engenium, já formou muitos, mas e o que acontece com nossos queridos pós-júniores? Para sanar essa dúvida, a Engenium convidou 3 ex membros para contar a experiência que tiveram na nossa amada empresa júnior, de forma que todos nós possamos conhecer a realidade deles.

Veja os depoimentos abaixo:

Matheus Cardoso - 3° ano de Engenharia Civil (período de Engenium: Agosto/2017 – Agosto/2019)

“Participar da Engenium foi uma experiência transformadora pra mim, pois me desliguei da empresa mais consciente do que o mundo espera de mim e o que eu preciso fazer para alcançar os meus objetivos. Desde o meu primeiro dia de faculdade, temia não me adaptar ao curso ou me desanimar durante a graduação. Porém, foi fazendo parte da EJ, desde o primeiro ano, que pude cada vez mais compreender o que é a engenharia, e me apaixonar por isso. Sou extremamente grato à EJ e às pessoas que estiveram envolvidas, direta e indiretamente comigo durante o meu período enquanto empresário junior nessa EJ que, aqui em PG, faz o verdadeiro MEJ de Ponta!”

Luanna Di Mario - 5° ano de Engenharia Civil (período de Engenium: Setembro/2015 – Julho/2017)

“A Engenium foi uma das melhores escolhas que eu fiz na minha graduação, pois lá aprendi mais sobre o que é ser um engenheiro e não apenas isso, mas crescer como pessoa. Nos quase 2 anos de EJ pude participar da elaboração de projetos, resolução de problemas, participar da diretoria e com isso melhorar minhas habilidades de trabalho em equipe e gestão de pessoas, participar do conselho da FEJEPAR e conhecer pessoas incríveis, dispostas a transformar o meio universitário, dar algumas palestras, ser parte do NEJ e ajudar a consolidar o Movimento Empresa Júnior em Ponta Grossa.

A Engenium me deu amigos incríveis, experiências extraordinárias e memórias inesquecíveis. Sou muito grata pela oportunidade de ter sido parte de uma Empresa Júnior e recomendo a todos os acadêmicos, independente do curso que você seja.

Tenho orgulho de ter sido júnior hoje para ser gigante sempre! 💙”

Samela Ribeiro - Engenheira Civil (Período de Engenium: Agosto/2016 - Setembro/2017)

"Fazer parte da empresa júnior mudou a minha vida. quando você tem vinte e poucos anos, tudo é muito intenso. acho que não fui a única a me sentir, muitas vezes, angustiada por sentir que eu não estava dando conta das demandas da faculdade e da vida, sobrecarregada pela sensação de despreparo pra exercer minha profissão e confusa com tantas questões que pareciam urgentes mas sem resposta. Será que eu estava no curso certo? E se eu tivesse escolhido um caminho diferente, será que eu estaria tendo as mesmas dúvidas? Eu sou quem eu quero ser? Quem eu quero ser? Ou ainda... quem sou eu?

Eu não tive a mesma sorte de quem faz engenharia civil hoje nessa instituição maravilhosa que é a UEPG. na minha época, a empresa júnior era só uma ideia. Ela foi fundada quando eu já estava no terceiro ano. Foi só na metade da faculdade também que vi o CAVAM ser remodelado e trazer a semana acadêmica de engenharia civil. As coisas eram diferentes, e nem faz tanto tempo assim que eu me formei. Mas acho que deixamos um legado especial para vocês, e como eu gostaria que vocês compreendessem que tempo precioso é esse em que vocês estão na faculdade e desfrutassem disso.

A faculdade é muito mais do que a sala de aula. Ela é um cordão de três dobras que se fundamenta em ensino, pesquisa e extensão, não é só ensino. A empresa júnior, que nos últimos anos vem sido reconhecida e regulamentada, é configurada como projeto de extensão, sendo uma parte importantíssima do processo de aprendizado e integração do aluno de engenharia no mundo real da engenharia.

Ser parte da empresa júnior não é só participar de um projeto de extensão, é fazer parte de uma grande família. Aprendi muito dentro da empresa, não só sobre os processos e a dinâmica de uma empresa, mas sobre mim mesma, e acho que essa foi a jornada mais importante. Como gerente de gestão de pessoas (para sempre meu grande amor), descobri o que já era óbvio pra todo mundo ao meu redor, menos pra mim: eu amo gente. Levo comigo os dias de recrutamento e seleção. Minha paixão era olhar cada aluno pelo que ele poderia se tornar, não por aquilo que ele era. E ver hoje muitos alunos que eu julguei terem muito potencial realizados dentro da empresa só me faz entender que aquela paixão não era por acaso. Ali, eu começava a compreender um pouco mais sobre vocação, algo que não se aprende nos livros... tem que viver.

Mais tarde, como relações públicas da empresa, descobri que fazer a ponte entre a universidade, a comunidade e a imprensa era mais uma de minhas paixões. Tenho a mais absoluta certeza que, a cada evento que preparamos, conectamos esferas de conhecimento e experiência diferentes e aprendemos e ensinamos muito. E poucas coisas me fascinam mais que o conhecimento. A cada nova descoberta sobre mim dentro da empresa, eu me sentia viva e nenhum salário de estagiário paga esse sentimento lindo de se descobrir.

Nos meus vinte e pouquinhos anos, fazer parte da empresa júnior fez parte da minha jornada não só como engenheira, mas como mulher. Não consigo imaginar como seria se eu não tivesse feito parte de algo tão especial como a Engenium. Ser uma pós-júnior é um dos meus maiores orgulhos nessa vida. Eu nunca quis ser uma engenheira naquele estereótipo que a gente já conhece. Meus sonhos eram outros. E foi lá, na Engenium, que eu descobri que estava tudo bem eu não me encaixar no padrão, eu me sentir descolada, e por vezes no lugar errado. Eu não precisava ser engenheira como eles. Eu tinha que ser engenheira como eu. E minha versão de engenheira tem a minha cara de mudar o mundo que eu conheço, porque é isso que um engenheiro faz: ele faz do mundo um lugar melhor pra se viver."

E ai, gostou das histórias? Pois a Engenium tem uma linda história no passado e também a se fazer, porque: MEJ é amor e Engenium é amor.

Deixamos aqui, nossa grande homenagens à esses gigantes pós-júniores que nos trouxeram onde estamos! Obrigada por ser Engenium!!


49 visualizações
  • Facebook
  • Instagram

Endereço:

Campus Uvaranas - Bloco E

Uvaranas, Ponta Grossa - PR, 84030-900